Uma importante estratégia para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de arboviroses como dengue, zika e chikungunya, está na conscientização da população quanto às ações de cuidados. Elas devem começar, em especial, nas próprias residências, sendo realizadas semanalmente.

É importante também que as ações sejam disseminadas com a vizinhança, que pode adotar hábitos e métodos que ajudam a minimizar a proliferação, além dos riscos que essas doenças podem acarretar.

Além disso, entre as ações de combate ao mosquito, o cidadão pode executar tarefas fáceis e simples como a utilização de telas em portas e janelas das residências; vedar bem as caixas d’água; verificar se garrafas vazias estão de cabeça para baixo; varrer bem os quintais e colocar areia em pratinhos de plantas eliminando a água empossada. É válida a utilização de repelentes e roupas longas que cobrem o corpo.

Veja aqui o 21º boletim da dengue.

Veja aqui o 21º boletim de zika.

Veja aqui o 21º boletim chikungunya.

 Como se prevenir:

– Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;

-Tirar água dos pratos de plantas;

– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;

– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

Fonte: Governo ES

Deixe um Comentário

Digitar os códigos aqui : *

Reload Image

dez + três =